GRANATINA

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

GRANATINA

Mensagem por Itamar Júnior em Qui Abr 11, 2013 1:30 pm

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Beleza mista de cores e docilidade. De coloração exótica e atraente, a Granatina, originária de regiões quentes, precisa de um ambiente aconchegante e rico em alimentos vivos para que possa viver e reproduzir-se satisfatoriamente em cativeiro. Granatina: pássaro africano de cores vivas e canto doce e melodioso (na foto, uma fêmea).

Seu canto é doce e melodioso, sua coloração equilibra-se harmoniosamente entre o vermelho, azul, preto, marrom e violeta. Assim é a Granatina, uma ave pequena (12cm), originária de regiões quentes e que vive em estepes áridas de poucos arbustos e geralmente espinhentos.
Da espécie Uraeginthus granatina, é proveniente da África do Sul, Rodésia e Angola e há não mais que três gerações vem sendo criado no Brasil, em cativeiro. Alimenta-se de sementes de gramíneas, cupins e outros insetos. Costuma construir seu ninho em meio a arbustos espinhentos e sempre é visto acompanhado, seja aos pares ou em pequenos grupos familiares, perto de poços d'água onde consegue facilmente seus alimentos.
A distinção entre o macho Granatina e sua fêmea se dá através de uma diferença na coloração. Enquanto o macho possui o papo preto e a parte inferior do corpo vinho, a fêmea apresenta tons mais pálidos, chegando a um castanho claro na parte inferior e não possuindo o preto no papo. Ambos, porém, têm a fronte azul-cobalto, bochechas violeta, bico vermelho forte, a parte superior do corpo castanho-avermelhada, asas marrons, coberteiras (início do rabo) azuis e rabo preto.
REPRODUÇÃO EM CATIVEIRO
Devido ao fato de que em seu habitat natural a Granatina ingere vários alimentos vivos, para que se reproduza em cativeiro é necessário que receba uma dieta farta em insetos e larvas. Tanto em gaiolas como em viveiros arborizados, é bom que o casal receba proteína animal encontrada, por exemplo, nas larvas Chinesas (ou de amendoim) e nas de Tenébrio, que nem sempre dão resultado para pássaros pequenos como a Granatina, que muitas vezes não consegue apanhar larvas grandes, como é o caso das de Tenébrio. As Drosófilas, pequenas moscas de frutas, também podem ser usadas como alimento vivo.
Alguns cuidados com a localização e resguardo do viveiro ou gaiola devem ser verificados. Como a Granatina é originária de regiões quentes, não deve ficar exposta a correntes de ar e ao frio, portanto o viveiro deve ser construído com a frente voltada para o norte e a parte de trás fechada, de modo a evitar correntezas. No caso de gaiolas, não devem ficar ao relento ou em locais de muita corrente de ar.
Embora possa viver com outros pássaros, não é aconselhável deixar dois ou mais machos de Granatina no mesmo viveiro, pois eles costumam ser briguentos e, na época do acasalamento, macho e fêmea devem estar sozinhos. O casal reveza-se no choco e na criação dos filhotes, mas é sempre bom ter-se alguns casais de Manon disponíveis para servirem de ama-seca, no caso dos pais virem a rejeitar a ninhada, o que não é uma característica comum neste pássaro.
Os filhotes, ao nascerem, possuem dois pontos luminosos de coloração azul, nos cantos internos do bico. Isto ajuda os pais a localizarem a prole no ninho, na hora de alimentá-la, e é uma característica de pássaros que constróem ninhos profundos e escuros. Aliás, o ninho e o casal de Granatina costumam ser aproveitados pela Viúva-do-Paraíso, uma ave africana que mede de 10 a 12cm de corpo, com as penas centrais do rabo variando de 20 a 30cm de comprimento, e que bota seus ovos em ninhos alheios. A Granatina choca e cria os filhotes deste parasita.
ALGUNS CUIDADOS
Alimentação: Alpiste, painço, colza, arroz quebrado tipo quirera e aveia. Verduras: escarola e couve. Legumes: pepino, jiló, maxixe, abobrinha, todos crus. Para a reprodução em cativeiro ter sucesso deve-se dar alimento vivo como Drosófila, larvas Chinesas ou de Tenébrio, ovo cozido amassado, ração feita com Neston ou farinha de rosca e Sustagem ou Gevral.
Classificação zoológica: Ordem dos Passeriformes, subordem Oscines família dos Estrildidae, gênero Uraeginthus, espécie Granatina.
Instalações: A Granatina faz seu ninho em caixas pequenas (15cm de alt. x 15 de comp. x 15 de profundidade), com capim barba-de-bode e algodão, que devem ficar à disposição do casal. A gaiola não pode ser menor que a de número 3 (70cm de comp. x 40cm de alt. x 30cm de fundo).
Média de vida: De 10 a 12 anos.
Porte: Cerca de 12cm.
Reprodução: O casal de Granatina deve ficar só na época de acasalamento, devido à agressividade do macho nesta fase. A fêmea bota até 5 ovos em cada ninhada, que eclodem 13 dias após a postura. Os filhotes saem do ninho entre o 20º e 22º dia.
Saúde: É um pássaro delicado, e, por ser originário de clima quente, deve ser protegido do frio. Sua alimentação deve ser bem cuidada, a água trocada diariamente e deve-se, principalmente, manter a gaiola limpa.

Fonte: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Itamar Júnior
Criador experiente
Criador experiente

Masculino
Mensagens : 1680
Reputação : 132
Idade : 16
Data de inscrição : 13/01/2013
Localização : Santa Catarina

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/junior.rossatto.9

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: GRANATINA

Mensagem por Reryson Colares em Ter Abr 16, 2013 5:19 pm

Ótimo artigo, muito legal mesmo.


Respeite as regras do fórum!!!
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Reryson Colares
Administrador
Administrador

Masculino
Sub-Nick : RC
Mensagens : 5855
Reputação : 562
Idade : 20
Data de inscrição : 12/09/2012
Localização : Fortaleza-ce

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum