As melaninas e a Feomelanina

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

As melaninas e a Feomelanina

Mensagem por Davi Hemerly em Dom Fev 24, 2013 9:21 am

As melaninas e a Feomelanina

Durante nosso trabalho, tivemos várias oportunidades de nos referiros às melaninas e à feomelanina.Vejamos agora, em síntese, o que elas são.
A teoria fundamental das melaninas foi formulada por Bateson, no ano de 1902. Segundo os seus postulados, a oxidação cria o pigmento canela e a peroxidação cria o pigmento negro.

O que vem a ser oxidação?
Oxidação é a fixação do oxigênio em um corpo ou a combinação deste com um elemento. em todo corpo ou elemento onde entra o fator oxidação, este tende a mudar a cor anterior. Na plumagem do canário, a oxidação dá como resultado a cor marrom.

O que vem a ser peroxidação?
Peroxidação é a oxidação no seu mais alto grau. Seguindo estes conceitos, as naturezas, tanto de uma como de outra são homólogas e o pigmento canela nada mais vem a ser do que um enfraquecimento das enzimas oxidantes existentes no canário ancestral. Assim, como neste canário só existia o pigmento negro, o canela, pela vida de consqüência, é uma mutação.
A origem da palavra melanina está no idioma grego, onde "eu" significa forte e "phaiós" significa pálido.
A estrutura química de ambas não está ainda bem definida pela ciência, o que torna a sua compreensão mais difícil.

Sabe-se que a substância da qual deriva a melanina chama-se cromatina, e se encontra no interior do núcleo da célula. sua origem diferencia-se, portanto, daquele lipocromo que, como já nos referimos anteriormente, tem sua origem no protoplasma.
Encontramos três pigmentos melânicos nos canários:

1. Eumelanina negra
2. Eumelanina canela
3. Feomelanina canela


Estres três pigmentos são distintos, porém no que concerne à eumelanina marrom ou canela e a feomelanina também canela,a compreensão é mais difícil. O mais difícil ainda é aceitar e entender a diferenciação da origem genética de uma e outra. A melanina canela tem origem no cromossoma sexual, mas a feomelanina é um fator livre, independente e como tal não se manifesta.

O processo que ativa o desenvolvimento das melaninas e da feomelanina é diverso. Chama-se tirosina a enzima que ativa o desenvolvimento melânico, processo este que é feito por uma ação catalisadora. A ação catalisadora da tirosina é exercida no sentido de aumentar a velocidade da reação química. Já a feomelanina é derivada do triptofano, por um simples efeito de oxidação.
Há, entretanto, outros cientistas que não participam desta teoria, como Lubnow, que entende que as cores negra ou canela existem em função de um diverso componente protéico.
Ao microscópio podemos diferenciar um pigmento melânico e um feomelânico. Os melânicos se apresentam sob a forma de pequenos bastões e os feomelânicos sob a forma de grãos esféricos.
Os gens para o negro/canela, ágata, canela e isabelino, como já sabemos, estão localizados no cromossoma do sexo e possuem dominância entre eles:

1. O negro/canela domina todos
2. O ágata domina o canela e o isabel
3. O canela domina o Isabel.


A eumelanina negra é de fácil identificação.
Se o canário é do tipo negro/marrom ou ágata, ele possui, evidentemente, melanina negra visível. Quando a melanina marrom é que se torna um pouco mais difícil, pois a feomelanina também é marrom.
Tomaremos um canário da cor isabelina para estudo: sabemos que são três e distintos os pigmentos existentes no manto do canário. O isabelino é um canário diluído e que por processos de cruzamentos eliminou-se o negro de sua plumagem. Sendo um pássaro de linha escura, possui melanina, logo, melanina marrom.
Mas trata-se de melanina ou também de feomelanina, que é igualmente marrom?
Esta é a questão!

Sendo a feomelanina um fator livre e independente, ela pode estar ausente ou sempre se fará presente? O difícil é netender que um fator livre esteja sempre presnete, não faltando nunca.
Se a feomelanina pode estar ou não presente no manto, podemos considerar que há dois tipos de isabelinos, um com feomelanina e outro sem feomelanina.
As mesmas perguntas podemos fazer para os canelas. Um canela com muito marrom é um pássaro com excelente fator de oxidação para o marrom, ou um pássaro cuja manifestação de feomelanina se faz maior? Se for uma manifestação feomelanica e sendo esta livre, o valor deste pássaro como reprodutor tornar-se-á relativo, pois o mesmo pode ou não transmitir o fator em questão.

Da mesma forma, podemos considerar que há dois tipos de pássaros canelas: um com feomelanina e outro sem.
Ainda sobre os canelas podemos fazer outras considerações: vemos canário canela com muito marrom ou manto onde praticamente o desenho desaparece. Tem sido mesmo norma geral não premiar estes pássaros. Isso ocorre não só aqui, mas também na europa. Temos visto mesmo pássaros que de tanto marrom no manto, chegam a parecer que houve um amalgamento do lipocromo. Mas até que ponto isso será correto? O Manual de Critérios de Julgamento da OMJ HN diz o seguinte sobre as características típicas do canela.

"Conformação idêntica àquela do tipo negro/marrom. Desenho constituído de estrias dorsais, que partem do alto do dorso e vão até o fim das grandes penas das asas. Estrias canelas bem marcadas e simétricas em ambos os flancos e que devem possuir a mesma tonalidade melânica do dorso e da cabeça. consideram ainda como pássaro insuficiente dentro destes critérios, a falta de desenho e das estrias dorsais, ou estrias e desenho interrompidos e confusos".

Embora sejam estes os critérios oficiais e parâmetros para julgamento, temos ouvido sempre que o melhor canela é o que mais tem canela. Temos que chegar a um denominador comum, Ou um, ou outro é o melhor. Sendo o desenho um critério fundamental, este nunca deverá faltar a um bom pássaro.

Já nos exemplares negro/marrom, a ausência de feomelanina implicitamente é um fator qualitativo, pois estamos trabalhando sempre nos sentido de diminuir a quantidade de marrom nos cobre, verdes, azuis e ágatas. Nestes canários, quanto menos marrom tivermos na plumagem, maior será o seu valor, pois mais realçado ficará seu desenho.

Considerações Finais

Algumas cores derivam de certos pigmentos colorantes, como o negro e o marrom aqui referidos. Também o vermelho, o laranaja e o amarelo têm origem em pigmentos colorantes. Outras cores, como o branco e às vezes o próprio amarelo, não derivam de pigmentos colorantes, mas se apresentam por reflexão da luz.
Há ainda outros pigmentos, embora raros, como o verde e outras cores onde nenhum pigmento é responsável por sua manifestação.
Embora recebamos em nossa retina uma gama de cores muito grande, além das já citadas, "elas são, na realidade, provocadas pelo exitamento da luz não absorvida, de um pigmento na passagem de um particular estrato superficial da plumagem".
Muito interessantes são também os processos que dão origem ao tom denominado de metálico, que certos pássaros apresentam e cuja manifestação e impressão em nossa retina se dão por um processo análogo já citado.
Podemos resumir que as cores são resultados:

1. De pigmentos ativados por enzimas oxidantes.
2. De estrutura da plumagem.
3. De reflexão da luz.


Amadeo Sigismondi Filho
Juiz COM HS / OBJO
Revista AVO-Junho 2001
Arquvio ediado em 07/09/2001


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Dicas Importantes:
- Clique no botão [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]para escolher a melhor Resposta.
- Respeite as [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] e conheça as [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
- Como abir um [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
- [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
- Curta a nossa página no Facebook
- Não peça suporte por MP

Davi Hemerly
Administrador
Administrador

Masculino
Sub-Nick : K2
Quantos pássaros você cria? : 2
Mensagens : 9779
Reputação : 868
Idade : 24
Data de inscrição : 04/09/2012
Localização : Vitória ES

Ver perfil do usuário http://www.nacaodospassaros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As melaninas e a Feomelanina

Mensagem por NDP BOT em Dom Fev 24, 2013 3:55 pm

Ótimo artigo.

NDP BOT
Criador nível 3
Criador nível 3

Feminino
Mensagens : 532
Reputação : 17
Idade : 25
Data de inscrição : 01/11/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum