Endoparasitas: “O Mal que não se vê”

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Endoparasitas: “O Mal que não se vê”

Mensagem por Davi Hemerly em Qui Dez 20, 2012 4:32 pm

Endoparasitas: “O Mal que não se vê”

Um parasita é um organismo que vive sobre ou dentro de outro organismo vivo, conhecido como hospedeiro. Vive às custas do hospedeiro, sem fornecer-lhe qualquer compensação. Os endoparasitas vivem e precisam obter seus nutrientes de seu hospedeiro, afim de sobreviver e reproduzir-se. Cada tipo de parasita tem predileção por um local dentro do animal hospedeiro.

Os endoparasitas das aves se alojam em órgãos internos de preferência no trato digestivo, trato respiratório e cavidade abdominal. A ingestão do endoparasitas afeta diretamente a saúde da ave hospedeira de diversas maneiras, além de abrir portas para outras infecções. Uma ave parasitada tem uma ingestão de alimentos irregular, não ganha peso, não se desenvolve corretamente, a plumagem fica prejudicada. Assim sendo, este desconforto causado pelos vermes parasitas deve ser combatido com vermifugações periódicas. Grandes infestações podem causal perdas sangüíneas consideráveis, desarranjos intestinais que levam até a morte.

Os endoparasitas mais encontrados nas aves hoje são:

Trato Digestivo
Ascaris sp
Strogylus sp
Giardia sp
Spirudia sp
Heterakis sp
Capillaria sp
Elimeira sp
Isospora sp
Tenias

Trato Respiratório
Criptosporidium sp
Syngamus traquéia

Cavidade Abdominal
Filarias

Ectoparasitas: “Problemas à vista”

As doenças ecotoparasitárias não chegam a representar um grave problema nos criatórios de aves de gaiola. Estas aves normalmente são mantidas em um ótimo estado imunosanitário, o que dificulta a manutenção destes parasitas. Não obstante, um grande número de aves tem sido capturadas no estado livre e importadas altamente parasitadas. Com isso, teremos a transmissão dos ectoparasitas para aquelas aves que já se encontram em cativeiro. A ectoparasitose podemos desenvolver-se quando rompe o equilíbrio ectoparasita – hospedeiro, como conseqüência de fatores como estresse, má nutrição, erros de manejo, debilidades e outros.
Dentro das patologias mais comuns em aves de cativeiro, temos:

1 – Ácaros:
- Cnemidocoptes – Sarna aviária que afeta tanto os psitacídeos e passeriformes. Aloja-se na pele e penas das aves alimentando-se da queratina. Distribui-se pela cere, pálpebras, bico e patas.

2 – Ácaros Respiratórios:
- Stermaostoma sp – Afetam principalmente os canários e pássaros de canto. Causam dificuldade respiratória, tosse, espirros, mudanças de canto, mal-estar, insônia e debilidade.

3 – Piolhos:
- Dermanyssus e Ornithonyssus - Vivem nas penas e alimentam-se do sangue das aves. Causam coceiras, limpeza excessiva das penas e corpo, penas sem brilho, anemias e debilidades. A observação direta da ave é o melhor método de diagnóstico.

4 – Carrapatos:
- Argasidae – Possuem pouca importância clínica. Podem causar anemias e debilidades, especialmente em aves jovens. Devem ser retirados manualmente e efetuar profilaxia no ambiente.

Para o combate destes endoparasitas, os vermes, e os ectoparasitas, recomendamos tratamentos personalizados e específicos após exame laboratorial de fezes ou raspados de pele. Não devemos seguir orientações de terceiros leigos ou famosos “ouvir dizer”, pois no mercado existem ótimos vermicidas ou vermífugos e acaricidas, mas que necessitam de uma dispensa médica veterinária, pois caso haja erros de dosagem ou princípios ativos, estaremos pondo em risco a vida do animal e das pessoas que manejam.
Para isso, devemos procurar um profissional Médico Veterinário, afim de sabermos qual parasita em questão, qual o tratamento mais eficaz, duração e freqüência. Prevenir é o melhor remédio, pois este mal que não se vê pode ser um problema à vista.

Revista UCSJRP 2000


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Dicas Importantes:
- Clique no botão [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]para escolher a melhor Resposta.
- Respeite as [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] e conheça as [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
- Como abir um [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
- [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
- Curta a nossa página no Facebook
- Não peça suporte por MP

Davi Hemerly
Administrador
Administrador

Masculino
Sub-Nick : K2
Quantos pássaros você cria? : 2
Mensagens : 9779
Reputação : 868
Idade : 24
Data de inscrição : 04/09/2012
Localização : Vitória ES

Ver perfil do usuário http://www.nacaodospassaros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Endoparasitas: “O Mal que não se vê”

Mensagem por Andre Bass em Qui Dez 20, 2012 6:40 pm

serve de alerta a todos amigos.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Andre Bass
Criador experiente
Criador experiente

Masculino
Mensagens : 956
Reputação : 90
Idade : 24
Data de inscrição : 13/09/2012
Localização : Ibitirama

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Endoparasitas: “O Mal que não se vê”

Mensagem por Reryson Colares em Qui Dez 20, 2012 7:54 pm

Muito bom!


Respeite as regras do fórum!!!
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Reryson Colares
Administrador
Administrador

Masculino
Sub-Nick : RC
Mensagens : 5855
Reputação : 562
Idade : 20
Data de inscrição : 12/09/2012
Localização : Fortaleza-ce

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Endoparasitas: “O Mal que não se vê”

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 8:38 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum