Papagaio

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Papagaio

Mensagem por bolacha em Qui Abr 09, 2015 8:58 am

Bom Dia!

Tenho um papagaio de mais ou menos dois anos que vive comigo desde novinho. Ele sempre teve muito carinho comigo e meu filho, do meu marido ele nunca gostou.
No final do ano passado ele voou e ficou sumido por 29 dias, depois de muita procura o encontrei na casa de uma pessoa em que ele apareceu numa árvore(da casa) e por lá ficou por 20 dias e chegou até se familiarizar com algumas pessoas da residência.   Trouxe ele de volta no dia 19/01/15, de inicio ele me estranhou mas depois de uma semana voltou ao normal e assim estava até uma semana atrás.
No dia 03/04/15 ele começou a me estranhar do nada , não aconteceu nada fora do normal ,simplesmente ele acordou e não me deixou mais por a mão nele, chega até querer voar quando chego perto, até tremer, e se eu pega lo a força ele grita sem parar, e com meu filho ele está normal,até meu marido ele começou a gostar um pouco, o problema dele é só comigo.
 Me ajudem por favor, não entendo o que está acontecendo, a alimentação e as  fezes estão normais.

Desde já Obrigado!

bolacha
Criador novato
Criador novato

Feminino
Mensagens : 2
Reputação : 0
Idade : 34
Data de inscrição : 08/04/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Papagaio

Mensagem por Celia Maria Cayres em Sex Abr 17, 2015 7:15 pm

Boa noite amigos da Nação dos Pássaros !

Bolacha, 

Pesquisei esse artigo para ver se lhe ajuda, veja :

Agressividade

Se sua ave tornou-se muito agressiva, é porque apresenta sinais de alteração comportamental e é preciso investigar o que está causando essa agressividade exagerada. Um papagaio irritado ou submetido a esforço físico (como falar, por exemplo) abre e fecha as pupilas constantemente, ficando com as pupilas reduzidas a um pontinho apenas. Aves irritadas e dispostas a agredir abrem a cauda, arrepiam as penas da cabeça e pescoço e levantam um dos pés para atacar. Uma reação típica de um papagaio irritado que deseja agredir é atacar com o bico, vocalizar e balançar o corpo para cima e para baixo. São muitas as causas da agressividade:

Ciúmes: os papagaios são monógamos, ou seja, formam casais permanentes. Uma ave solitária pode sentir-se acasalada a uma pessoa da casa, e sentir ciúmes dessa pessoa quando outra pessoa ou animal se aproxima da sua parceira ou parceiro humano. Recomenda-se que o papagaio, ainda jovem, se acostume com todas as pessoas da casa. Quando se pretende receber uma nova ave, um outro animal doméstico ou mesmo um novo morador na casa, os primeiros contatos devem ser feitos num local neutro da casa, ou seja, num local onde o papagaio não se sinta o dono. A pessoa favorita (o parceiro) segurará o papagaio, enquanto o novo morador é apresentado e familiarizado. Só então, o papagaio e o novo morador são levados à área favorita da casa (local onde o papagaio se sente dono). A aproximação a outro animal ou pessoa deve ser feita aos poucos.

Comportamento territorial: a defesa do território é um comportamento natural nos papagaios adultos. Seu território pode ser a gaiola ou um compartimento da casa. Se a ave se considera a dominadora do ambiente, irá defendê-lo.

Ameaça: quando um papagaio sente-se ameaçado (seja a ameaça real ou imaginária), irá lutar pela sua sobrevivência, já que não lhe é possível fugir. A ave pode interpretar como ameaça movimentos bruscos, pessoas e animais estranhos, objetos estranhos, perseguição e agressão. Portanto, nunca se deve agredir uma ave como forma de intimidação. Na verdade, isso só irá piorar a situação.

Maturidade sexual: aves maduras sexualmente e em período reprodutivo podem se tornar agressivas. O papagaio pode identificar uma pessoa da casa como seu parceiro e ficar frustrado e agressivo. Se isso acontecer, deve-se procurar evitar contatos físicos que possam estimulá-lo sexualmente. Espelhos devem ser retirados da presença da ave para que ela não confunda sua imagem com a de um parceiro para acasalamento. Caixas-ninho devem ser removidas do viveiro. O ideal seria dar a oportunidade à ave de se reproduzir num viveiro.

Dor: aves com dor evitam o contato e podem agredir durante o manejo.

Técnicas corretivas:

· Mantenha a ave em sua gaiola ou poleiro num nível inferior à cabeça do dono. A gaiola pode ficar na altura do peito das pessoas. Isso evitará que a ave esteja num nível superior e sinta-se dominante sobre as pessoas.

Ignore seu papagaio quando ele tornar-se agressivo. Evite olhar, falar ou interagir com ele enquanto estiver se comportando mal.

Cubra a gaiola por uns 10 minutos para que ele saiba que seu comportamento não é desejado e por isso está sendo privado do convívio com o dono e com outras pessoas da casa.

Gritos e barulho excessivo

A vocalização é um comportamento natural nos psitacídeos e serve para se localizarem no bando. Na natureza essa vocalização é mais intensa ao amanhecer e ao entardecer. Em cativeiro não é desejável essa gritaria, pois perturba o sossego dos moradores e vizinhos. O som alto de eletrodomésticos (aspirador-de-pó, liquidificador, rádio em volume alto, cortador-de-grama, etc.) estimulam os gritos nos psitacídeos. O comportamento agressivo e territorial pode levar a ave a gritar excessivamente. A procura por atenção do dono e a ansiedade e medo pela separação do dono são também causas de gritos barulhentos.

Técnicas corretivas:

Cobrir a gaiola por alguns minutos ou isolar a ave em um recinto da casa.

Ignorar completamente a ave durante o período de gritaria (não olhar, falar ou interagir com a ave).
Eliminar o estímulo ambiental que está desencadeando a gritaria (desligar equipamentos barulhentos, por exemplo).

Fornecer brinquedos, distrações e alimentos que mantenham a ave ocupada e mentalmente ativa.

Pelo que você comentou o papagaio está saudável, talvez ele esteja com ciúmes de você ou de algum membro da sua família.


Nos mantenha informados !


CÉLIA

Celia Maria Cayres
Vip
Vip

Feminino
Quantos pássaros você cria? : canários do reino
Mensagens : 2985
Reputação : 393
Idade : 51
Data de inscrição : 06/08/2013
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum