Penas quebradiças

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Penas quebradiças

Mensagem por JaponEs em Sex Fev 20, 2015 2:45 pm

Olá! Tenho um periquito que estou alimentando à mão desde as 2 semanas e meia. Neste momento está com 4 semanas e alguns dias e já está coberto de penas. Como o tempo estava muito frio tenho-o mantido numa caixa de vidro, com uma panela de água quente por baixo para garantir que a temperatura não desce muito. Há 3 dias notei que havia 5 penas das asas (não das maiores mas sim das mais pequenas) caídas no fundo da caixa e mais umas 20, do corpo, azuis, tipo pluma, também caídas. Desde então, todos os dias encontro mais 4 ou 5 penas das asas e outras tantas do corpo, caídas. Não percebi se é ele que as arranca ou se são as penas que se partem e caem. Ele está constantemente a alisá-las, a tratar delas e também a coçar-se. Observando mais atentamente as penas, verifico que não me parecem arrancadas pela raiz (apenas uma delas, numa única vez, apareceu espetada e eu puxei por ela e veio inteira, desde a raiz, com um bocado de sangue na extremidade inferior, ou seja, na própria raiz) e parecem-me sim partidas pelo meio da sua haste ou numa região mais rente à pele. A minha dúvida é: será do excesso de humidade causado pelo calor da panela de água quente colocada por baixo da caixa e que, na verdade, há 2 semanas que faz condensar sempre uma grande quantidade de vapor no interior da caixa onde o periquito se encontra? Será que esta humidade tornou as hastes das penas mais frágeis e por isso elas se partem? Noto também que ele se coça muito o que me leva a pensar que, por outro lado, o problemas possa estar relacionado com a presença de ácaros (que na verdade também poderiam ter-se desenvolvido exageradamente em consequência do excesso de humidade associado ao calor). Não sei o que possa ser e faz-me pena ver um periquito que está tão mansinho e amigo, ainda a comer da seringa, e que ainda há 2 semanas atrás não tinha penas e agora, que já estava a ficar emplumado e tão bonito, está a perdê-las... Que acham que possa ser?

JaponEs
Criador novato
Criador novato

Masculino
Mensagens : 2
Reputação : 0
Idade : 54
Data de inscrição : 08/02/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Penas quebradiças

Mensagem por Celia Maria Cayres em Sex Fev 20, 2015 9:49 pm

Boa noite amigos da Nação dos Pássaros !

Amigo,

1) Qual a região ou cidade que mora ?


O filhote está possivelmente perdendo as penas devido ao calor e a umidade do local em que ele se encontra.

Quentura e umidade podem estar favorecendo a remoção das penas, quando o periquito alisa as penas com o bico, acaba amolecendo e soltando as penas.

2) Dica: Coloque o periquito em uma caixa de papelão e junto uma lâmpada de 15 wats, assim manterá a quentura sem aquecer demais o local.

3) Se for piolhos comece a verificar pelo cantos da gaiola.

4) Os poleiros também precisa verificar se há piolhos, faça o teste com uma folha de papel branco, bata os poleiros em cima da folha branca, pode cair uns pontos cinzas ou vermelho, se começarem a andar é piolho, algumas vezes é impossível ver os piolhos são tão pequenos. 

5) Precisa verificar se o filhote de periquito está se sentindo sozinho.  

6) Leia o texto abaixo:

LIMPEZA DAS PENAS


É algo essencial para manter as penas em condições ótimas. Para tal, o que os periquitos fazem, é passar o bico pelas penas desde a base até ao topo destas, para as limpar e endireitar. Os periquitos e alguma aves possuem uma glândula oleosa na base das penas da cauda, pegam nesse óleo e espalham-no pelas penas para criar um protetor que mantém as penas bonitas e que impede a água de se infiltrar nestas, em vez de a absorver. Como já foi dito, os periquitos também limpam as penas um dos outros, mostrando carinho, e podem também fazê-lo em humanos, por exemplo no cabelo. Contudo esta limpeza natural de penas, não deve ser confundida com outro comportamento destrutivo que algumas aves demonstram quando estão severamente deprimidas, que é o caso de pássaros que mordem as asas e as cortam até á base, perto da pele ou diretamente no folículo da pena. E também existe outro comportamento destrutivo, que é quando o pássaro arranca as penas completamente. Quando os pássaros exibem este tipo de comportamento destrutivo, precisam de ajuda o mais depressa possível;

Autor: Leandro Marques

Nos mantenha informados !


CÉLIA

Celia Maria Cayres
Vip
Vip

Feminino
Quantos pássaros você cria? : canários do reino
Mensagens : 2985
Reputação : 393
Idade : 51
Data de inscrição : 06/08/2013
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Penas quebradiças

Mensagem por JaponEs em Sab Fev 21, 2015 5:22 am

Obrigado Célia, pela sua resposta! Obrigado mesmo Very Happy Ontem, preocupado, tirei de vez o periquito da caixa de vidro onde o tinha (era uma tartarugueira) e passei-o para uma gaiola de hamsters que tinha aqui em casa, de uma época em que a minha filha teve hamsters. À noite, cobri a gaiola com um cobertor quentinho para ele não apanhar frio e correu tudo bem. Esta manhã estava ótimo, comeu a papa (Nutribird A21) muito bem, da seringa, está super feliz (ao que me parece) e tinha apenas uma única pena arrancada, por sinal infelizmente com sangue no respetivo canhão, caída no fundo da gaiola. Não vou voltar a usar o método da panela de água quente e também não me parece que ele precise mais desse tipo de "cuidado". Ao que vejo, penso que não sentiu frio durante a noite. Na verdade, está completamente coberto de penas, somente a cauda não tem ainda o tamanho definitivo porque, de resto, as penas estão já, ao que julgo saber, com o aspeto definitivo das aves desta espécie. Certamente que as penas já estão ajudando a manter constante a temperatura corporal. Eu mantinha-o na caixa de vidro apenas porque tinha lido algures, aqui pela net que, apesar de já parecerem uns "adolescentes autónomos" Wink, os periquitos destas idades, ou seja, antes de completarem mais ou menos 30 dias, e não obstante estarem completamente emplumados, ainda não teriam desenvolvido ou otimizado os mecanismos fisiológicos de termorregulação que lhes garantisse uma temperatura corporal constante. Eu vivo em Faro, bem no sul de Portugal, onde a temperatura diária nesta altura do ano (estamos no Inverno) oscila entre os 5ºC e os 18ºC, uns dias mais, outros dias menos... Hoje, por exemplo, prevê-se que a temperatura máxima atinja os 20ºC e a mínima os 9ºC. Enfim, como é sábado e não trabalho, tenho tempo para fazer uma verificação minuciosa ao poleiro que tinha na caixa de vidro, à própria caixa, vou lavá-la e guardá-la, vou deitar para o lixo a caixinha mais pequena, de cartão, com as aparas de madeira onde ele se aninhava e, pronto, vou desinfetar tudo e deixá-lo definitivamente na gaiola. Na 2ª feira compro uma gaiola maior, mesmo de aves, para ele se sentir mais confortável. Esta manhã esteve meia horita ao sol, aqui no terraço e, mais logo, ao fim da tarde, volto a pô-lo novamente, durante um bocadinho, ali fora. Espero que o problema fosse mesmo causado pela humidade associada aos picos de calor (e pela intermitência dessas duas condições) e que, daqui para a frente, o problema se vá resolvendo e ele vá ficando melhor. Por sinal, enquanto escrevo, ele anda aqui por cima da secretária a bater energicamente as asas, e acabou de deixar cair/soltar mais uma pena :( Enfim, vou continuar a estar atento mas estou mais otimista e confiante. Não queria nada, obviamente, que fosse algo tipo "muda francesa" (budgerigar fledgling disease virus"-BFDV) ou um problema mais sério. Célia, um grande obrigado por me ter respondido. A sua mensagem, as suas dicas e sugestões, que me pareceram extremamente objetivas e sensatas, tranquilizaram-me e trouxeram-me esperança para a recuperação do Ícaro. Quando ele estiver desmamado da papa e a comer sozinho estou a ponderar a possibilidade de lhe arranjar uma companhia que gostaria também de "criar à mão" mas, para já, confesso que vou precisar de descansar um tempinho dos horários que tenho tido, desde que ele veio fazer parte da nossa família, para lhe garantir uma alimentação a horários regulares, eheh!). Estava a tentar anexar uma foto dele mas não sei se estou a conseguir.... sou um bocado noob aqui na anexação de imagens. Eheh! Um abraço, Célia e, mais uma vez, muito obrigado Smile
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

JaponEs
Criador novato
Criador novato

Masculino
Mensagens : 2
Reputação : 0
Idade : 54
Data de inscrição : 08/02/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Penas quebradiças

Mensagem por Celia Maria Cayres em Dom Fev 22, 2015 9:11 pm

Boa noite amigos da Nação dos Pássaros !

Ícaro,

Com certeza vai ficar bem saudável e irá crescer e ficar lindo !

O local onde você mora possui temperaturas frias, o ideal é coloca-lo em uma gaiola não muito pequena e nem muito grande e aquece-lo com uma lâmpada de 15 wats, aquece um pouquinho, pode cobrir a gaiola durante à noite.

Se for usar a caixa de madeira, é boa para ele também se aquecer pode colocar serragem de madeira e manter o local onde ele fica limpo.

Cuidado com golpes de vento e correntes de ar para não prejudicar a parte respiratória.   

Evitar locais com umidade, assim evitará fungos na traqueia( parte respiratória ), nas penas e nas patas ou em outros locais do corpo.

Qualquer dúvidas estamos aqui para ajuda-lo !


CÉLIA

Celia Maria Cayres
Vip
Vip

Feminino
Quantos pássaros você cria? : canários do reino
Mensagens : 2985
Reputação : 393
Idade : 51
Data de inscrição : 06/08/2013
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Penas quebradiças

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 11:32 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum