Solução para aprontar e reproduzir com uma fêmea ruim!!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Solução para aprontar e reproduzir com uma fêmea ruim!!

Mensagem por Fabrício Souza em Sab Nov 01, 2014 6:43 pm

Distúrbio Comportamental das Fêmeas em Cativeiro
Texto distribuído por Flavio de Maceió
 
Uma boa criação em cativeiro depende bem mais Fêmea porque é ela a responsável pelo ninho, é ela que bota os ovos, choca e alimenta os filhotes.
Na natureza o macho ajuda na construção do ninho, algumas vezes chega a deitar sobre os ovos e também participa na alimentação dos filhotes, suas funções se destacam à medida que eles começam a crescer.
Mas quando fazemos a criação em cativeiro o macho perde essas funções e a responsabilidade e tudo passa a depender somente da fêmea que passa a ter a dupla função a de pai e mãe de uma só vê, isso em algumas fêmeas cria distúrbios no comportamento. Citamos então, os principais e suas possíveis soluções:
 
1)- A FÊMEA NÃO FICA PRONTA
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Dar alimentação rica em cálcio;
b) Em cada quilo de alpiste, colocar duas colheres de sopa com óleo de fígado de bacalhau (Emulsão de Scott) misturar bem e deixar por uns três dias a partir daí começar a dar para os pássaros;
c) Bater no liquidificador 100 gr de pólen com dez comprimidos de levedo de
cerveja até virar pó (ambos produtos naturais);
d) Cozinhar um ovo, passá-lo na peneira e acrescentar uma colher de chá da mistura ( c ) juntamente com uma colher de sopa de farinhada pronta;
e) Dar mineral a vontade;
f) Deixar o macho cantando perto dela por uma ou duas horas, depois retirar e apresentar todos os dias pelo menos duas vezes pela manhã e à tarde até ela pedir gala;
g) Dar duas gotas de iodo no bebedor uma vez por semana durante o primeiro mês ou até botar.
 
2)- A FÊMEA NÃO BOTA
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Pôr o ninho isso ajuda incentivar a fêmea;
b) Pôr na gaiola algumas raízes de amargosa;
c) Pôr dentro do ninho um ovo gorado ou de plástico;
d) Verificar a quantidade de luz dentro da sala, porque pode estar escuro;
e) A temperatura da sala pode estar fria (ideal entre 28 a 32 Cº);
f) Verificar se a fêmea está trocando pena ou bico;
g) Deixar o macho cantar para ela mais tempo.
Cuidado com a idade da fêmea, idade ideal fica entre dois e seis anos.
 
3)- A FÊMEA PÕE OS OVOS COM CASCA MOLE
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Dar alimentação rica em cálcio;
b) Dar a mistura alpiste com Emulsão;
c) Põr na água de beber, cinco gotas de bicarbonato de cálcio;
d) Dar casca de ovos secos s moídos;
e) Dar osso de ciba ou casca de ostras bem moídas.
Dar areia lavada (dessas compradas prontas)
 
4)- A FÊMEA COME OS OVOS APÓS BOTAR
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Verificar a iluminação pode estar muito escuro. A fêmea vê um corpo estranho dentro do ninho ela quer tirar. Quando quebra ela come.
b) Dar alimentação rica em cálcio;
c) Dar a mistura alpiste com Emulsão;
d) Separar o macho não deixar ela ficar escutando ele cantar;
e) Verificar se não tem lagartixa comendo os ovos.
Verificar se a fêmea esta estressada.
 
5)- A FÊMEA PÕE OS OVOS, MAS NÃO CHOCA
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Verificar se algum barulho ou animais estão atrapalhando (cães e gatos);
b) Os ovos podem estar gorados, algumas fêmeas sabem que os ovos estão claros;
c) Verificar claridade no local, pode estar escuro;
d) Cuidado com piolho, formiga, lagartixa, cheiro de produtos de limpeza no local;
e) Roupas estendidas no varal perto da gaiola.
Tirar os ovos e guardar em uma panelinha com alpiste com a ponta fina para baixo em local escuro e temperatura ambiente, não balançar, eles duram até quinze dias depois podem ser postos em outra fêmea que esteja pronta.
 
6)- A FÊMEA PÕE OS OVOS, MAS ESTÃO CLAROS (GORADOS)
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Verificar se o macho é fértil;
b) Verificar se o macho tomou algum antibiótico, caso tenha ocorrido ele fica estéril por uns seis meses, cuidado;
c) Verificar se o macho é novo e não está galando a fêmea;
d) Verificar se a fêmea é muito velha (ideal de 02 a 06 anos);
e) Verificar se a fêmea é muito nova;
f) Dar vitamina E (vitamina da fertilidade);
Dar complexo de vitaminas
 
7)- A FÊMEA COMEÇA A FAZER NINHO E DEPOIS DESTRÓI TUDO
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Devemos pôr um ninho já pronto isso ajudará muito;
b) Pôr algumas raízes de amargosa na gaiola (é normal a fêmea levar para o ninho depois tirar tudo) em cativeiro isso sempre acontece;
c) Cuidado com gatos, cães, pombos;
d) Atenção com piolhos, ácaros etc.;
e) Cheiro de produtos de limpeza;
f) Verificar quantidade de luz, vento, calor ou frio (corrente de ventos);
g) Atenção com a gaiola se estar muito alta ou baixa. Cada fêmea gosta de mais de determinado local no criadouro, sente-se mais protegida e acolhida;
h) A fêmea não pode ficar vendo outras fêmeas;
i) Verificar se ela está escutando o macho cantar por demais em sua proximidade, algumas não aceitam;
j) Toda atenção com pessoas estranhas perto da gaiola;
k) Muito cuidado com aparelhos eletrônicos ligados perto da gaiola (emitindo alta freqüência);
Não deixar pessoas fumarem perto da gaiola. Elas podem imaginar queimadas como em vida selvagem.
Obs.: não deve haver fumante na sala de criação.
 
Cool- A FÊMEA BOTA FORA DO NINHO
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Verificar se o ninho é o tamanho ideal para curiós;
b) Atenção quanto à idade da fêmea pode ser muito nova não tem experiência para botar dentro do ninho. Por um ovo claro ou de plástico, isso irá ensinar ela;
c) Nunca deixar alguém acender a luz a noite. Se acender deve-se tomar todo cuidado para que ela retorne novamente ao ninho ou manter uma lâmpada pequena acesa pelo resto da noite;
d) Cuidado com animais domésticos; cães, gatos ou pombos perto da gaiola;
e) Toda atenção com piolhos, ácaros, etc.;
f) Ficar bastante atento quanto à iluminação, pode estar escuro durante o dia;
g) Aparelho eletrônico ligado perto da gaiola;
h) Pessoas transitando perto da gaiola;
i) Cuidado com a temperatura da sala;
j) Produtos de limpeza (cheiro). Roupas estendidas perto da gaiola em varal, isso é um terror.
 
9)- A FÊMEA BOTA DENTRO DO NINHO DEPOIS JOGA OS OVOS FORA
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Cuidado com piolhos, ácaros etc.;
b) Verificar se a fêmea foi macheada (galada);
c) Atenção dobrada com lagartixa, baratas, formigas ou até ratos;
d) Verificar tamanho das unhas da fêmea pode estar muito grande;
e) Todo cuidado é pouco com roupas, pessoas passando perto da gaiola etc.;
f) Não deixar fumantes perto da gaiola. Isso é um problema sério. Ficar esperto com adultos ou crianças indo toda hora ver os ovinhos.
 
10)- A FÊMEA BOTA SEM PARAR
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Bastante atenção se é a primeira postura da fêmea ou se já é a segunda em cima da primeira ou mais. Se o criador é daqueles que fica com receio de observar o ninho, a fêmea pode estar se aprontando e não é galada, tem fêmea que só pede uma gala, por vezes então abarrota o ninho de ovos claros (gorados);
b) Atenção com os ovos, verificar se estão claros, algumas fêmeas reconhecem se os ovos estão gorados. Em cinco dias já estão prontas outra vez;
c) Não deixar o macho ficar cantando perto da fêmea;
d) Pôr a fêmea numa gaiola voadeira por alguns dias sem ninho longe do macho. Ela não pode ouvir o macho cantar;
e) Por uma pedaço de bucha vegetal, tampando um pouco o ninho;
f) Ela não pode ficar ouvindo mas de um curió cantando de uma só vez. Obs: uma vez galada evitar de ficar ouvindo curió cantando;
Dar duas gotas de calmante natural maracujina.
 
11)- A FÊMEA CHOCA DEPOIS NÃO TRATA OS FILHOTES
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Dar alimentação saudável, vitaminas, nutrientes, refeições diversificadas;
b) Dar gema de ovo passada na peneira com a farinhada bem misturada, esse preparo deve ser feito diariamente;
c) Dar alimentação animal, larvas de tenébrio ou insetos secos comprado pronto . Obs: curió também é insetívoro;
d) Todo cuidado com estado de saúde da fêmea;
e) Atenção dobrada com o estado de saúde dos filhotes;
f) Cuidado com piolhos, formigas, lagartixa, cães e gatos;
g) Deixar a fêmea tomar banho, quando estiver com filhotes. Ela precisa de banho, isso é muito importante;
h) Ajudar a fêmea tratar os filhotes com uma seringa + papinha pronta.
Dar vegetal jiló, berinjela, pepino, almeirão, milho verde todos sem agrotóxicos e lavados adequadamente.
 
12)- FÊMEA JOGA OS FILHOTES PARA FORA DO NINHO
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Verificar o tamanho das unhas da fêmea o filhote pode estar enroscando quando ela sai do ninho;
b) Não deixar ela ouvir o macho cantar, ela pode ficar pronta outra vez, essa é a principal causa que faz com que ela jogue o filhote para fora do ninho;
c) Atenção piolho, ácaros, lagartixa etc.;
d) Cuidado com animais domésticos como cães, gatos, pombos ou papagaios próximos à gaiola;
e) Adultos ou crianças indo toda hora ver os filhotes;
f) Barulho de aparelhos eletrônicos ligados perto da gaiola;
g) Pessoas com chapéu, guarda-chuva ou roupas estendidas perto da gaiola, pode ventar e a roupa balançar isso assusta a ave;
h) Falta de iluminação. Ela acha que o filhote é um corpo estranho dentro do ninho. Obs: pássaros enxergam diferente de nós eles vêem além das cores primárias o ultravioleta e o infravermelho; Ela pode ser muito fogosa das duas gotinhas de calmante natural maracujina.
Nota: Só duas gotinhas no bebedor são suficientes, os exagero são dispensados.
Pode pôr os filhotes em um ninho elétrico com uma tela de viveiro por cima isso até o oitavo dia, depois volta o ninho normal com a telinha.
 
13)- PROBLEMAS A FÊMEA ARRANCA AS PENAS DOS FILHOTES
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Aumentar a alimentação rica em cálcio, ciba e mineral;
b) Cuidado com piolho ou formiga, lagartixa, ácaros etc.;
c) Iluminação tem que ser boa;
d) Não deixa ela ouvir o macho cantar;
e) Deixar ela tomar banho é importante;
f) Atenção com a temperatura não deve ficar acima de 32ºC;
g) Cuidado com o local muito seco. Lembre-se que na natureza os curiós fazem ninhos em cima do mangue bem úmido.
Use um plástico no fundo da gaiola no lugar do jornal coloque esse plástico molhado na gaiola isso irá ajudar.
 
14)- A FÊMEA MUTILA OS FILHOTES
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Não deixar ela ouvir o macho cantando. Esta é uma das principais causas;
b) Toda atenção com piolhos, ácaros, etc.;
c) Não deixar ela ficar vendo outras fêmeas tratando seus filhotes;
d) Não deixar aparelho eletrônico ligado perto da gaiola;
e) Outros tipos de pássaros perto da gaiola dela;
f) Cuidado com cheiro de produtos de limpeza;
g) Pessoas estranhas passando perto da gaiola, cães ou gatos;
h) Adultos ou crianças indo toda hora ver os filhotes. Fumantes perto da gaiola. Cuidado.
 
15)- A FÊMEA FICA MOLHADA NO NINHO (SUADA)
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Muito cuidado ela pode estar doente. Na ocorrência de uma diarréia entrar com uma medicação específica para o caso;
b) Pior ainda ela pode estar com coccidiose;
c) Gripe coriza ou resfriado;
d) Em caso mais grave, separar urgente os filhotes, trala-los com papinha na mão. Não pôr em outra em outra fêmea até ter certeza da doença;
e) Ficar bem esperto, não dar sorte para o azar. Pode ser verminose causada pela má higiene da gaiola. Sintomas são diarréia,
fraqueza, tristeza etc. Muito cuidado.
 
16)- A FÊMEA NÃO PARA DENTRO DO NINHO
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Atenção com piolhos, ácaros, lagartixa, formiga, cães e gatos;
b) Roupas estendidas perto da gaiola, pessoas com chapéu ou pássaros estranhos perto da gaiola;
c) Barulho ou aparelho eletrônico ligado perto da gaiola;
d) Verificar a temperatura pode estar muito quente, lembre-se que o ideal é entre 28 e 32ºC;
Colocação da gaiola alta ou baixa. Nota: Cada fêmea gosta de um lugar.
 
17)- A FÊMEA PEDE GALA QUANDO COLOCAMOS O MACHO ELA BATE NELE NÃO DEIXA SER GALADA
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Não deixar ela ouvir dois curiós cantando ela pode acasalar com o canto do outro;
b) Ela já pode ter apanhado de algum macho, diminuir bem a claridade ou tentar gala na madrugada por volta das 04:00 ou 05:00 horas da manhã;
c) Deixar o macho dormir perto da fêmea com as gaiolas cobertas com um pano possibilitando que um veja o outro, isso ajuda bastante;
d) Cães ou gatos perto da gaiola quando vamos galar a fêmea;
e) Aparelho CD ligado perto da gaiola com outro tipo de canto;
f) Barulho e roupas estendidas perto da gaiola. Algumas pessoas olhando. Imaginem a gente nesta condição.
 
18)- A FÊMEA FICA COM OVO ATRAVESSADO
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Dar água com bastante açúcar (bem doce);
b) Passar azeite de oliva morno na cloaca,
c) Dar alimentação rica em cálcio. Dar água com bicarbonato de cálcio.
 
19)- A FÊMEA ARRANCA AS PRÓPRIAS PENAS
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Verificar se ela está trocando pena, isso é normal;
b) Ela é muito fogosa, também normal;
c) Pôr algumas raízes de amargosa amarradas dento da gaiola;
d) Dar jiló, berinjela, almeirão;
e) Dar alimentação rica em cálcio;
f) Dar a mistura alpiste com Emulsão;
g) Cuidado com piolhos, ácaros ou parasitas;
h) Deixar ela tomar um pouco de sol;
i) Não deixar ela escutar o macho cantando o tempo todo. Não deixar aparelho de CD tocando alto o dia todo perto dela.
Não esquecer que pássaros ouvem bem mais que nós humanos.
 
20)- A FÊMEA FICA COM PIOLHO
POSSÍVEIS SOLUÇÕES
a) Separar ela do plantel;
b) Trocar ela de gaiola;
c) Fazer uma limpeza na gaiola em que ela estava, lavar bem depois passar querosene e deixar secar no sol;
d) Se ela estava perto de outras fêmeas ter o mesmo procedimento, provavelmente estão todas com piolhos.
Comprar produtos próprios para este fim, esse produtos normalmente são encontrados em cassas especializadas.
 
21)- A FÊMEA, EM CHOCO, PEDE GALA AO PERCEBER O MACHO NO CRIATÓRIO
 
a) Deixar o macho galar, saciando assim o desejo da falsa gala da fêmea,
caso contrário ela poderá quebrar ou jogar os ovos ou filhotes.
Temos sempre em mente que nossos pássaros estão longe de habitat natural,
desta forma sempre haverá algum distúrbio provocado por algum tipo de alimento ou condição do próprio cativeiro tais como iluminação, por exempo. É bom estamos sempre bem atentos a tudo que se passa em nosso criadouro.
Criar curió não é um hobby, mas sim uma arte. Todo cuidado é pouco
 

Fonte: 
Link: http://www.criadouroprovincia.com/#!disturbio-femeas/c52w

Fabrício Souza
Criador nível 2
Criador nível 2

Masculino
Mensagens : 263
Reputação : 2
Idade : 32
Data de inscrição : 20/02/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solução para aprontar e reproduzir com uma fêmea ruim!!

Mensagem por Celia Maria Cayres em Dom Nov 02, 2014 3:03 pm

Boa tarde Amigos da Nação dos Pássaros !

Fabrício,

Parabéns ! É um ótimo artigo com certeza ajudará a tirar as dúvidas sobre a reprodução Curió. 


Coloque no titulo " artigo" sobre Curió, pois está na parte de coleiros, o pessoal terá dúvidas sobre Curió, e não conseguirão ler esse ótimo artigo.


CÉLIA

Celia Maria Cayres
Vip
Vip

Feminino
Quantos pássaros você cria? : canários do reino
Mensagens : 2985
Reputação : 393
Idade : 51
Data de inscrição : 06/08/2013
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solução para aprontar e reproduzir com uma fêmea ruim!!

Mensagem por Miqueias em Seg Nov 03, 2014 7:09 pm

Legal o artigo


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
"Maior que a tristeza de não haver vencido é a vergonha de não ter lutado!"

Miqueias
Criador nível 2
Criador nível 2

Masculino
Quantos pássaros você cria? : 5
Mensagens : 227
Reputação : 7
Idade : 18
Data de inscrição : 24/10/2014
Localização : Recife-PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Solução para aprontar e reproduzir com uma fêmea ruim!!

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 5:20 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum