começando na criaçao

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

começando na criaçao

Mensagem por Mailson em Qui Jan 30, 2014 7:19 pm

amigos..vou começar na criaçao de canarios da terra...ganhei um do meu vo..mais nao tem anilha ;/ ;/ (o casal de canario dele teve 3 filhotes e ele me deu 1)
mais vou cuidar dele msm assim...queria saber mais sobre ah especie e tmb queria que vcs me decem algumas dicas..

Mailson
Vip
Vip

Masculino
Mensagens : 465
Reputação : 11
Idade : 24
Data de inscrição : 28/10/2013
Localização : Sao Jose dos Campos-SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: começando na criaçao

Mensagem por Moisés Marcilio em Sex Jan 31, 2014 4:31 am

Olá Mailson;

Que Tipo de Dicas Amigo sobre:Alimentação,Reprodução,Gaiolas vc tem que especificar mais entendeu Amigo aii eu poderei te Ajudar.

Atenciosamente.

Moisés Marcilio
Criador experiente
Criador experiente

Masculino
Quantos pássaros você cria? : Cúrio,Trinca-Ferro e Coleiro.
Mensagens : 1238
Reputação : 100
Idade : 18
Data de inscrição : 23/05/2013
Localização : Santa Catarina

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: começando na criaçao

Mensagem por Julia em Sex Jan 31, 2014 8:38 am

Olá Mailson,

Não sei sobre qual tema você mais quer saber, portanto, logo te digo que o texto é longo vou postar aqui tudo que achei, tudo que sei e que outros criadores experientes me deram dicas.
Local da Criação
O primeiro passo que deve ser dado quando se pretende criar canários é a escolha de um local adequado. O ambiente que mantemos os canários influencia directamente os resultados reprodutivos. São comuns os casos de pessoas que mantêm seus pássaros em ambientes pequenos, escuros e mal iluminados, sendo que estes factores facilmente determinam um completo fracasso na criação. Ao se iniciar uma criação de canários, o ideal é que se construa um local específico para tal finalidade. Esse local deve ser claro, arejado e sem correntes de vento. A temperatura ideal deve ficar na faixa de 20 a 35 graus Celsius e umidade relativa entre 40 e 60%. O sol não precisa ser direto, mas se puder ser, melhor. Alguns criadores utilizam-se termóstatos para regular o calor (regiões muito frias) e ou de luzes (locais escuros), que se acendem e apagam automaticamente em horários pré estabelecidos. A grande maioria das aves pode suportar temperaturas entre os 5º-35º. Dica: Atenção porque não se deve usar a luz artificial em substituição da luz natural a tempo inteiro. A luz artificial deverá ser usada somente para prolongar a duração da luz diurna e não para a substituir. É pelo contacto com a luz solar que a pele sintetiza algumas vitaminas e outras substâncias necessárias ao bom estado da plumagem e do organismo em geral. 
Acessórios
Deve-se evitar sobrecarregar as gaiolas com equipamentos muitas vezes supérfluos e que acabam dificultando a manutenção da higiêne. 
Os melhores e mais práticos são os comedouros e bebedouros plásticos em forma de concha ou meia lua, usados no exterior da gaiola. Esses recipientes devem ser mantidos rigorosamente limpos, não admitindo-se que os bebedouros criem limo (algas) e os comedouros acumulem pó. Além da limpeza diária dos bebedouros, com pincel, escova e esponja, pelo menos uma vez por semana os mesmos devem ser mergulhados por algumas horas em solução de cloro (Quiboa, Cândida, etc...) e depois enxaguados em água corrente. Dica: Os canários precisam tomar banho frequentes e para isso pode-se adquirir banheiras plásticas de tamanho grande, mas que permita a sua passagem pelas portas das gaiolas.Após a abertura dos olhos dos filhotes não convém manusear os ninhos, para evitar que os mesmos o abandonem prematuramente, causando sérios inconvenientes.

Reprodução
A época de acasalamento dos canários começa na primavera. “O dia do Pai (19 de Março) é o dia do acasalamento dos canários". Esta é uma frase tradicional herdada pelos canaricultores, que foi válida durante muitas gerações. Contudo, hoje em dia, muitos criadores começam a incubação mais cedo, porque a iluminação e o aquecimento permitem que ela seja antecipada para o período do Inverno. Pelo menos um mês antes do acasalamento, os machos devem ser colocados nas gaiolas de criação, as fêmeas permanecendo nas voadeiras para continuar os exercícios. Chegada a época do acasalamento, as fêmeas selecionadas serão colocadas na mesma gaiola do macho correspondente, separadas por uma grade. Normalmente, numa semana o macho estará alimentar a fêmea através da grade e cantar. A fêmea, chamando o macho, carregará pedaços de fios, previamente colocados à sua disposição, para a construção do ninho. Logo que a fêmea acaba de construir o ninho, irá colocar o primeiro ovo, isto acontece geralmente nas primeiras horas da manha. É importante que esteja atento à postura deste primeiro ovo, pois irá ter de intervir, pela seguinte razão: os parentes dos canários, que vivem em liberdade apenas começam a chocar depois de a postura estar toda feita. Através da domesticação, os nossos canários perderam este comportamento, e as fêmeas começam logo a chocar depois da primeira postura. Uma vez que vão ser postos quatro a seis ovos no intervalo de um dia, isto significa que as crias também irão nascer uns depois dos outros. Assim, normalmente, o primeiro já tem seis dias de vida quando o sexto acaba de nascer. Estes, mais atrasados, têm infelizmente poucas possibilidades de sobrevivência, pois são inferiores aos seus irmãos na luta pelos alimentos. Nesse sentido, tire, todos os dias, um ovo à fêmea, até ter terminado a postura. Só então recolocará todos os ovos de volta. Para que a sua intervenção não atrapalhe todo o processo, substitua os ovos verdadeiros por ovos artificiais. Nas primeiras horas da manhã, a canária realiza a postura e é galada pelo macho, o que assegura a fecundação dos ovos posteriores. Por isso, não é conveniente entrar na sala de criação muito cedo. Todas as manhãs, os ovos recém postos devem ser retirados e substituídos por ovos de plástico. Os ovos recolhidos devem ser colocados em recipientes com areia, algodão ou semente esférica (sementes pontiagudas como o alpiste podem perfurar a casca). e mantidos em temperatura ambiente. Após a postura do último ovo, que normalmente é de cor mais escura, os ovos devem voltar ao ninho. Esse é considerado o primeiro dia da incubação. Com esse procedimento, os filhotes nascerão no mesmo dia e terão a mesma oportunidade de desenvolvimento. No caso dos canários, é normal a fêmea chocar sozinha sem ser substituída pelo macho. Normalmente a incubação dura entre 13 e 14 dias. Nesse período o ambiente deve ser tranquilo e a manipulação da gaiola deve ser rápida, para não incomodar a canária. Durante a incubação os ovos perdem água através da casca, que é porosa para permitir a troca de gases necessários para o desenvolvimento do embrião. Nesse processo de "respiração" o vapor expelido deve ser reposto. Por isso, a umidade relativa do ar deve ser mais elevada. As Canárias naturalmente molham suas penas, sendo conveniente colocar banheiras na gaiola, principalmente nos 4 últimos dias da incubação. Se a fêmea não se banha, pode-se pulverizar a gaiola ou colocar esponjas úmidas no fundo da gaiola, debaixo do ninho. A ovoscopia pode ser feito a partir do 8º dia, examinando-os através de um foco de luz. Na maioria dos casos o nascimento é exatamente no 13º dia de incubação. Entretanto, se o nascimento não ocorrer dentro do previsto, deve-se ter paciência e aguardar. Várias circunstâncias podem causar o atraso. Há fêmeas que não chocam e saem do ninho com frequência. A falta de umidade também pode influir.
Alimentação das crias/Durante a reprodução
Deve-se oferecer aos pais alimentação farta e variada. A papa de ovo não pode faltar. A variedade de sementes é importante.  Se os pais não alimentam corretamente as crias, a retirada do macho da gaiola é recomendada. Também é recomendado oferecer pedaços de maçã por um dia. Outro recurso é retirar o ninho com os filhotes por alguns momentos. Assim, a fêmea se alimenta e acaba alimentando os filhotes quando volta ao ninho. Caso todas as manobras para fazer com a que a fêmea trate as crias falhem, pode-se distribuir os filhotes entre as outras fêmeas que tratam bem. Alguns criadores costumam alimentar os filhotes no bico, com alimentos pastosos. Esse procedimento não deve ser usado o tempo todo, mas nos dois ou três primeiros dias de vida é muito importante, pois permite ao criador ministrar vitaminas e medicamentos no tratamento de colibacilose (patologia responsável pela maioria das mortes dos filhotes no ninho). Esse procedimento auxilia no desenvolvimento inicial, mantendo os filhotes em condições de pedir alimentação às mães. Sementes que devem ser oferecidas: Alpiste 50%, painço amarelo 30%, senha 10% e niger 10%. Além disso, ministrar ração de codorna pura adicionando "proprionato de cálcio" à base de 1 grama por kilo de ração. Numa vasilha separada, colocar 3 vezes ao dia farinhada assim preparada: 5 partes de milharina, 1 parte de farelo de soja,/ 1 parte de germe de trigo, / premix F1 da Nutrivet (4 colheres de sopa para 1 kilo), / sal 2 gr. por quilo, / proprionato de cálcio 1 gr. por quilo, / pó de pedra 2 gr. por quilo. Após misturar tudo muito bem, coloque na hora de servir uma gema de ovo cozido e uma colher cheia de "aminosol" para 4 colheres de farinhada. O promotor de crescimento deve ser utilizado quando se notar algum tipo de mortalidade nos filhotes. Os mais usados são o "100 PS", o "Nalit-Plus" e o "Fungibam". . Ministrar ainda na água de beber, que deve ser filtrada, um polivitamínico do tipo "Protovit" ou "Rovisol" ou "Orosol" 3 vezes por semana, ou todos os dias quando há filhotes até eles sairem do ninho. Dar-se larvas, utilizando a chamada "praga da granja" é a melhor e tem mais digestibilidde, oferecer até o filhote sair do ninho. É bom, também, colocar à disposição das aves "farinha de ostra" batida com areia esterilizada e sal mineral (tipo aminomix). Não dar verdura de espécie alguma, provoca diarréia e ainda tem o perigo de agro-tóxico. 
Separação dos filhotes
As ninhadas bem nutridas deixam o ninho entre 15 e 18 dias. Porém, a permanência no ninho até 20 dias é normal. Poucos dias depois, os filhotes começam a bicar os alimentos, principalmente a papa, frutas e verduras. Com um mês já quebram sementes, e podem ser separados dos pais. Uma regra prática interessante é não separar os filhotes enquanto eles apresentarem penugem na cabeça. Normalmente, por volta do 25º dia, a fêmea inicia outro ciclo e começa a se preparar para uma nova postura. Nesse período, os pais podem depenar os filhotes, em busca de material para o novo ninho. Isso é evitado separando-se os filhotes dos pais com a grade divisória e oferecendo ao casal material para o ninho. Os pais alimentam os filhotes pela grade, por isso devem ser colocados poleiros baixos e próximos à grade divisória dos dois lados.

Alimentação em Geral
A alimentação tem que ser variada, com sementes como: Alpiste, Colza, Cânhamo, Aveia sem Casca, Linhaça, Níger, Painço Branco, Painço Amarelo, Painço Vermelho, Painço Verde e Painço Preto, Perila, Trigo Sarraceno, Papoula, Milho alvo Amarelo, Branco, vermelho e japonês. Deve ser oferecido também Nabão, farinhada a base de ovo cozido, Areia, Osso de Siba e Larvas.  Verduras como: Escarola, Almeirão Roxo, Couve, Chicória, Talos de Agrião, Rúcula e Mostarda. Legumes como: Cenoura ralada crua ou inteira, Jiló, Pepino, ervilha e Vagem. Lembrando que as verduras, legumes e frutas não podem ficar o dia todo na gaiola para não juntar fungos e formigas, coloque de manhã e retire a tarde, lave bem as frutas, verduras e legumes, dê preferencia ao milho verde cru e aos legumes cru, nunca cozido. Frutas como: Maça, banana, uva, manga, damasco, cereja, kiwi, morango, pêssego e pera. Retire as sementes das frutas.

Atenciosamente.


''Quando o mundo estiver unido na busca do conhecimento, e não mais lutando por
dinheiro e poder, então nossa sociedade poderá enfim evoluir a um novo nível.''

Julia
Vip
Vip

Feminino
Sub-Nick : RobotXP
Quantos pássaros você cria? : 3
Mensagens : 1984
Reputação : 238
Idade : 23
Data de inscrição : 29/12/2013
Localização : Brasilia-DF

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: começando na criaçao

Mensagem por Mailson em Sex Jan 31, 2014 12:50 pm

olha minha principal duvida eh saber qual eh macho e qual eh femea..vou deixar ah gaiola pendurada numa varanda..eles sao muito sensiveis ah brisa do vento e ao frio..que nem os golds nao podem fikar na friagem e taal..posso colocar 2 machos juntos??..ou 2 femeas..

Mailson
Vip
Vip

Masculino
Mensagens : 465
Reputação : 11
Idade : 24
Data de inscrição : 28/10/2013
Localização : Sao Jose dos Campos-SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: começando na criaçao

Mensagem por Moisés Marcilio em Sab Fev 01, 2014 11:28 am

Olá Mailson;

Com 6 meses os macho começam a ficar amarelos, é logo após a primeira muda de penas deles.
As femeas sempre ficam com as cores de quando são filhotes,Parda.
Tente ver se tem alguma pena amarelada nascendo nele, se tiver é um macho, e os machos também começam desde cedo a "piar", já as fêmeas não fazem barulhos.Nunca Faça Isto Amigo,Nem duas Femea nem Dois Machos nem um Casal nenhum deles Juntos.

Mais Alguma Dúvida Mailson??
Atenciosamente.

Moisés Marcilio
Criador experiente
Criador experiente

Masculino
Quantos pássaros você cria? : Cúrio,Trinca-Ferro e Coleiro.
Mensagens : 1238
Reputação : 100
Idade : 18
Data de inscrição : 23/05/2013
Localização : Santa Catarina

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: começando na criaçao

Mensagem por Vandeilson em Sab Fev 01, 2014 8:54 pm

Esse é um belo conteúdo com bastante informações. Parabéns.

Vandeilson
Criador nível 1
Criador nível 1

Masculino
Quantos pássaros você cria? : 3
Mensagens : 100
Reputação : 10
Idade : 22
Data de inscrição : 27/01/2014
Localização : Recife-PE

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: começando na criaçao

Mensagem por Mailson em Dom Fev 02, 2014 9:31 pm

pke nao posso por 2 juntos?...na natureza eu vejo eles vivendo em bando..no meu sitio nas arvores eles sempre tao em grupo de 4..6..

Mailson
Vip
Vip

Masculino
Mensagens : 465
Reputação : 11
Idade : 24
Data de inscrição : 28/10/2013
Localização : Sao Jose dos Campos-SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: começando na criaçao

Mensagem por Moisés Marcilio em Seg Fev 03, 2014 2:06 pm

Olá Mailson;

Poisé Amigo na Natureza é Bem Diferente!
Este seu Canario é Registrado?

Moisés Marcilio
Criador experiente
Criador experiente

Masculino
Quantos pássaros você cria? : Cúrio,Trinca-Ferro e Coleiro.
Mensagens : 1238
Reputação : 100
Idade : 18
Data de inscrição : 23/05/2013
Localização : Santa Catarina

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: começando na criaçao

Mensagem por Mailson em Seg Fev 03, 2014 8:00 pm

axo que nao..nasceu em cativeiro mais axo que nao foi registrado nao..

Mailson
Vip
Vip

Masculino
Mensagens : 465
Reputação : 11
Idade : 24
Data de inscrição : 28/10/2013
Localização : Sao Jose dos Campos-SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: começando na criaçao

Mensagem por Mailson em Seg Fev 03, 2014 8:01 pm

mais eles nao podem ficar junto pqe eles brigam muito ou pke nao cantam nao si alimentao ou coisas desse tipo

Mailson
Vip
Vip

Masculino
Mensagens : 465
Reputação : 11
Idade : 24
Data de inscrição : 28/10/2013
Localização : Sao Jose dos Campos-SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: começando na criaçao

Mensagem por Moisés Marcilio em Qua Fev 05, 2014 7:08 am

Olá Mailson;

Pq Brigam,Raramente Cantam,e se alimentão bem pouco Uns até morrem!
O Mais certo é vc Soltar eles ou entregar ao IBAMA.

Atenciosamente.

Moisés Marcilio
Criador experiente
Criador experiente

Masculino
Quantos pássaros você cria? : Cúrio,Trinca-Ferro e Coleiro.
Mensagens : 1238
Reputação : 100
Idade : 18
Data de inscrição : 23/05/2013
Localização : Santa Catarina

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: começando na criaçao

Mensagem por Mailson em Qua Fev 05, 2014 9:31 pm

eu ja pensei nisso tmb amigo..
veja sóh como o mundo da volta..eu sempre aconselhei pessoas sem anilha a soltar os passaros..mais o meu ele nasceu em cativeiro..ele nao vai sobreviver na natureza e se for pra entregar ao IBAMA eu prefiro cuidar dele aqui..pode ter ctz que ele tem tudo que precisa em fartura e mto carinho tb..ah historia dele foi assim..
meu vo tinha 2 casais..ele morava no sitio..esses 2 casais tem documento e anilha..ai esses 2 casais atraia mto canario da terra pra perto..intao eles faziam ninhos pertinho das gaiolas do meu vo..uma veis teve uma chuva de vento e nessa chuva derrubou um ninho da arvore em cima de um gramado..meu vo pegou 3 filhotes do ninho os 3 vivos...e começou ah criar..desses 3 eram 2 machos 1 femea..ele deu um macho pro meu primo e ficou com um casal...e desse casal nasceu 3 filhotes e ele me deu 1...ateh a primeira cria eu nao conhecia nada de canario ai eu pedi um pra ele..ele falou que ia mi dar ai que eu comecei a pesquisar sobre a ave...



la no sitio eh lotado de canario da terra..meu vo pendurou varios gomos de bambu pelas arvores e feiz um buraco nele..os canarios tao usano esse gomo de bambu como ninho..la tem mto..tem uma arvore la perto que de tarde eles vao pra la..vc ve uns 8-9 canario na arvore todos juntos..por isso eu axei que dava pra criar juntos..

Mailson
Vip
Vip

Masculino
Mensagens : 465
Reputação : 11
Idade : 24
Data de inscrição : 28/10/2013
Localização : Sao Jose dos Campos-SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: começando na criaçao

Mensagem por Wellington Aparecido em Qui Fev 06, 2014 7:53 am

nunca solte uma ave que nasceu em cativeiro pq ela não sabe comer e vai morrer de fome ou sede .


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Wellington Aparecido
Criador nível 3
Criador nível 3

Masculino
Quantos pássaros você cria? : 36
Mensagens : 667
Reputação : 62
Idade : 20
Data de inscrição : 29/12/2012
Localização : cambara PR

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: começando na criaçao

Mensagem por Mailson em Qui Fev 06, 2014 8:32 pm

eh intao..eu tmb axo que nao vale a pena soltar ele..
ele nao vai durar uma semana..aqui ele tem comida agua e cuidados especiais..

Mailson
Vip
Vip

Masculino
Mensagens : 465
Reputação : 11
Idade : 24
Data de inscrição : 28/10/2013
Localização : Sao Jose dos Campos-SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: começando na criaçao

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 9:29 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum